sábado, 13 de setembro de 2014

MUITAS VEZES, É NO FINAL QUE FICA BOM!


Então chega o final da noite, e nenhuma grande novidade. Aliás nem pequena.
O dia passou normalmente - sem sobressaltos, graças a Deus -; contatos corriqueiros, nada especial.

Uma ou outra abordagem inconveniente - vamos dizer assim -, mas nada que tirasse o bom humor e o bom ânimo (o que, diga-se de passagem, é difícil ... tirar o meu ânimo ou alterar o meu humor, só "funk" tocado às alturas, pela tribo vizinha ... mas no mais, tiro quase tudo de letra).


Ah, já ia me esquecendo... aconteceu sim, um fato estressante.
Surgiu uma criatura não convidada aqui em casa.
Quase não aparece por aqui - o que dou muitas graças a Deus! -, mas hoje, me pegou de surpresa no banheiro.
Dei um gritinho básico - bem mulherzinha - e tratei de sair correndo dali.
Vim ao computador, escrevi algumas coisas que precisava mas, um olho cá, e outro esticado lá na porta do banheiro, para ver se aquele "ser" não estava saindo de lá. E pensei: - Ó, céus, estou sozinha, e quem poderá me ajudar??"


Não, não era barata. Essa, embora seja meio metidinha, eu tiro - não de letra, porque me dá um certo nojo e aflição dela voar pra cima de mim, mas encaro, como uma boa karateca.


Mas era algo pior do que isso! Rato? Não. Cobra? Não, muito pior.

Era uma lagartixa! (Só de escrever seu nome fico toda arrepiada! É cruel!!) Tenho, vamos dizer assim, "respeito" por ela. Ah... pavor mesmo. Por que, nunca ouviu falar de fobias de animais, aparentemente inofensivos? Freud explica. Também se ele não explicar não tem problema nenhum.


Mas voltando à ela. Como eu iria fazer? Já sei!
Vou apelar para os meus vizinhos, afinal, somos todos uma grande família aqui no prédio.

Desci. Cheguei na janela dele e perguntei:
- Você tem medo de lagartixa?
- e ele respondeu: - Não.
- E sorriu.


Pronto! Então vem me salvar porque tem um monstro no meu banheiro!

E ele veio.

Fez o serviço. Não deixou nem o rabinho, que era para eu não me assustar.

Ó, Deus, como eu te agradeço pela instrumentalidade dele!


Bem, fizemos o trabalho.
Eu e ele.
Eu fui chamá-lo e ele fez o resto.



Aí, passou.

Vim para o computador, terminar um trabalho, e voltei à normalidade.

Quando, de repente, lá pelas tantas, quase indo dormir, começo a conversar com alguém.


Uma conversa leve, sadia, sem pretensões, sem sofismas.


Sabe quando você não está esperando mais nada naquele dia?
Pois é, hoje foi assim. Deus me fez uma grata surpresa.


E resolvi escrever essa simples crônica só para te animar.


Quem sabe ainda não aconteceu aquela virada que você está tanto esperando?

Ou aquele bom encontro que ainda não rolou?


A novidade que está faltando acontecer na sua vida, pode estar demorando pra caramba;


mas não significa que não vá acontecer.


A qualquer momento você pode ser visitado por uma BOA NOTÍCIA.


Fique a postos.
Não entre para o fundo da caverna.
Não desista.
Peça para o Espírito Santo renovar o seu ânimo. Ele é um Grande Amigo. Tenho certeza que Ele quer te ver bem.


Muitas vezes, é no finzinho das nossas expectativas que as coisas acontecem.

Fique atento para não morrer na praia, depois de ter nadado tanto!

Um beijo fraterno
da Mônica Sampaio

LEIA BOAS NOTÍCIAS!
Blog AGRADABILIDADE: As Coisas Boas da Vida com Mônica sampaio
www.agradabilidade.blogspot.com

Visite e CURTA NOSSA PÁGINA: www.facebook.com/agradabilidade

PALESTRA DEPENDA DE DEUS com Mônica Sampaio
TODA SEXTA - 19h às 20h - na ADVEC Recreio
Assembleia de Deus Vitória em Cristo
Av. Genaro de Carvalho, 2.400 - Recreio dos Bandeirantes
Rio de Janeiro - RJ
Informações: 21 3518-9001 a 9004
Para contratar palestras e pregações: monica.sampaio1@gmail.com